Novo Megaupload , site Mega está no ar e já provoca polêmicas

mega

Foi lançado um novo site do Alemao Kim Dotcom,  dono do site Megaupload,  que em 2012 enfrentou um grave processo do governo americano,  que acabou levando ao fechamento permanente do site , deixando milhões de internautas sem uma das melhores alternativas de compartilhamento de arquivos. Alias 2012 foi um ano complicado pois diversos outros sites com medo de sofrerem processos acabaram por  retirar os conteúdos do ar, e mudaram as suas politicas de uso não permitindo mais que usuários anônimos postassem conteúdo. Claro que vocês sabem que uma boa parte do conteúdo do Megaupload  eram arquivos de musicas, filmes, programas de computador e imagens digitais que eram compartilhados de forma ilegal.

No  ultimo final de semana,  porém, o “gordinho safado”  do Kim  , exatamente 1 ano depois do fechamento do Megaupload , surpreendeu a todos e apresentou  o site MEGA, com direito a show com mulheres bonitas vestidas de uniforme militar , conjuntos musicais , helicópteros  e tudo mais, O site teve  mais de um milhão de inscrições no final de semana  e o numero continua crescendo a cada dia..

A diferença agora  é que você usa o site, mas eles não têm acesso a seus dados, por conta de um sistema próprio de criptografia.  Mas o 4shared e tantos outros sites não  fazem algo parecido?  Aí entra uma outra grande diferença : os arquivos também são criptografados, e o próprio MEGA não tem acesso ao que você coloca dentro da sua conta. É como se fosse um espaço particular  seu, na rede, que ninguém pode ter acesso além de você. O MEGA não tem a chave para descriptografar suas informações.

Ou seja, mesmo que a justiça obrigue a empresa a colaborar com alguma investigação (ela assume que vai colaborar),  não há muito o que fazer, pois ela não sabe quem usa seu serviço, muito menos quais tipos de arquivos estão em seus servidores. É claro que vão cair em cima do tal do Dotcom, vão brigar pra tirar o site do ar, e vão alardear que “essas pessoas estão promovendo a pirataria em larga escala, etc“  mas para saber o final desta historia   teremos acompanhar  ao jogo de xadrez que ele disputa com a legislação de diversos países. Kim é um sujeito de 39 anos que segue cutucando ao governo e  uma indústria velha e atrasada, servindo de herói de uma geração que não está muito preocupada com os direitos autorais e cuja palavra chave  é compartilhar.

Eu preciso dizer, sem medo nenhum, que  sou a favor desses sites pois sou contra os preços absurdamente elevados cobrados pelos softwares e outros conteúdos.  Imagine pagar 3 mil dólares ou mais pela licença de um software de computador e ainda ter que  adquirir uma outra licença se eu quiser instalar em outro computador em casa ou no escritório  Uma vez,  um amigo meu,  comprou um software original que custava mais ou menos isso e não conseguiu  instalar (deu um problema qualquer e não  conseguia autorizar na maquina) e ao ligar para o suporte técnico ninguém conseguiu dar uma solução.. o que ele fez? instalou o pirata e tudo foi resolvido..

A verdade  é  que os softwares ditos “piratas” são   na minha opinião   a unica e verdadeira opção de democratizar o acesso a tecnologia , levar o conhecimento  e a cultura à maioria da população , isso  sim..  Antes do advento da internet quantas pessoas sabiam o que era um Photoshop ?   um Autocad?   ou um 3d?  muita gente pode discordar da minha opinião mas me diga: -Quem  são os maiores interessados no combate a pirataria ?  vamos la citar alguns nomes no ramo do software : Microsoft , Adobe, Autodesk , etc que   são as maiores e mais lucrativas empresas do mundo.. e os seus donos a exemplo do Bil Gates também possuem as maiores fortunas ..  e se entrarmos na industria do entretenimento a mesma coisa ..as grandes gravadoras e estúdios  que representam artistas  como  Madonna, Lady Gaga, Justin Bieber , etc  isso sem falar no governo que está interessado no dinheiro dos impostos. Ai você me diz ,  o imposto vai  ser aplicado na educação e na saúde ..  vai mesmo ??  você ainda acredita nisso ?

Mas você,  não satisfeito,  continua questionando:   -e os músicos  , os compositores  e todas as pessoas que trabalham nos bastidores ? e que dependem dos direitos autorais?   A verdade, mais uma vez,  voce acha que eles sao prejudicados pela pirataria , ou seria por empresários inescrupulosos ou artistas gananciosos?   Sempre tem alguns poucos artistas e empresários  faturando alto e a maioria dos músicos  morre de fome se for depender dos royalties pois nao existe uma verdadeira distribuição dos lucros das vendas das musicas e dos shows..

Até  é interessante ver que a dita “pirataria” obrigou a quase todos os artistas a realizarem mais shows ao vivo e fazerem turnês pelas capitais ou mesmo cidades do interior para poderem manter o rendimento que antes provinha apenas da venda de discos nas lojas. Era muito fácil o cantor gravar em um estúdio uma unica vez e ficar sentado na piscina da sua casa esperando o dinheiro entrar  pela venda de milhões de cds a um custo de 20 a 30 reais ou mais cada um.. Hoje em dia o artista  tem que ir até onde o povo está ,  fazer shows ao vivo, etc. Para os músicos e instrumentistas  é  ate melhor pois agora eles realmente precisam estar presentes e um show ao vivo demanda de uma serie de outros profissionais como técnicos de som, iluminadores, montadores, etc. Antes os empresários podiam embolsar a maior fatia do bolo e deixar apenas os farelos para os músicos e outros profissionais que são tao importantes quanto o artista principal. Bom essa  é a minha opinião..  eu creio que existe uma supervalorização de certos artistas que as vezes nem são tao artistas assim e outros profissionais que estão ai ralando a anos não são reconhecidos. O mesmo acontece com jogadores de futebol mas esta é uma outra historia.

Anonymous

Acredito em uma maior distribuição do conhecimento e da informação , na democratização do acesso ao conhecimento, no software livre , no código aberto  e  na educação como o principal fator do desenvolvimento de um povo e enquanto os políticos e autoridades não investirem pra valer em educação e outras coisas para a sociedade,  por favor não me venham falar em proibir o compartilhamento de arquivos sejam de que tipo for.  Outro recado , agora ao governo dos EUA(onde fica a sede da maior parte das empresas multinacionais)   : -pare de gastar mais de  300 bilhões de dólares por ano em guerras que eu paro de baixar arquivos “ilegais” pela internet.

Antes da internet, emprestávamos livros, gravávamos fitas cassetes com as músicas de um LP para presentear um amigo, ou fitas de VHS para perpetuar aquele filme que passava no Corujão para assistir à hora que quisesse. O problema com a internet é que esse costume foi multiplicado aos milhares e aquelas pessoas que antes lucravam muito estão assustados vendo o seu rendimento cair.

Os direitos autorais podem continuar: uma música legal pode me fazer comprar o CD de um artista porque realmente considero que vale o meu dinheiro. Mas concordo que precisamos de uma mudança nos meios de promover o artista. Talvez, o que as gravadoras tenham de fazer é justamente isso: alterar o seu negócio para a promoção dos artistas, marcando shows (inclusive os transmitidos digitalmente), lançamentos de música,etc

Agora os softwares a mesma coisa.. preços baratos e acessíveis a todos. Se eu uso um software para trabalhar e ele me traz vantagens e tem um preço justo, não tenho problemas em adquiri-lo.

Esse post foi publicado em dicas, editorial, gratis, idéias, Multimidia, Tecnologia e marcado . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s