S.O.P.A. pode acabar com a internet livre em 2012

É muito preocupamente o que vem acontecendo nos EUA nos ultimos anos , principalmente depois dos atentados de 11 de setembro de 2001 .

O presidente Bush e agora também o Obama sancionaram uma série de leis que restrigem as liberdades individuais, promovem um estado policial e totalitário e caminham rumo a um futuro bastante ameaçador. Agora mais uma lei que pode fechar ainda mais o cerco as liberdades dos cidadães, desta vez no que diz respeito ao uso da internet.

Trata-se de um projeto de lei que foi apresentado no final do ano de 2011 e deve ser votado agora em 2012 , este projeto é conhecido como S.O.P.A., veja a definição abaixo:

Stop Online Piracy Act (Lei de Combate à Pirataria Online) também abreviado para sigla inglesa SOPA é um projeto de lei da Câmara dos Representantes dos Estados Unidos de autoria do representante Lamar Smith e de um grupo bipartidário com doze participantes. O projeto de lei amplia os meios legais para que detentores de direitos de autor possam combater o tráfico online de propriedade protegida e de artigos falsificados.

O projeto tem sido objeto de discussão entre seus defensores e opositores. Seus proponentes afirmam que proteger o mercado de propriedade intelectual e sua indústria leva a geração de receita e empregos, além de ser um apoio necessário nos casos de sites estrangeiros. Seus oponentes alegam que é uma violação à Primeira Emenda, além de uma forma de censura e irá prejudicar a Internet, ameaçando delatores e a liberdade de expressão.

Entre os opositores estão as principais empresas que atuam na Internet como o FacebookTwitterGoogleZynga e eBay . Os defensores são os maiores grupos e empresas dependentes de direitos de autor: Motion Picture Association of AmericaRecording Industry Association of America e Sony Pictures EntertainmentTime Warner, entre outras.

O SOPA destrói a lógica do compartilhar presente hoje internet, que é a característica que torna este meio único, possibilitando a participação e interação mais ativa daqueles que o acessam. Os memes são um exemplo do resultado desta nova web: de quem é o direito autoral sobre as imagens? Quem deve regular o seu uso? A resposta é ninguém.

Quando pego citações de um site coloco no meio do artigo, ou alguém pega um conteúdo de outro e o modifica, criando algo novo, é isto o que torna a internet diferente dos meios convencionais como a televisão ou o jornal, onde fazer isto até é possível, mas não na dinamicidade como ocorre na web.

Temos aqui também uma questão ética: os Estados Unidos estão entre as principais nações a pressionar países como a China a dar mais liberdade a população na internet. Isso é totalmente contraditório, considerando o alto poder estatal sobre a internet americana, caso a lei seja aprovada.

fonte: Wikipedia e Adrenaline

Anúncios
Esse post foi publicado em editorial, Multimidia, Tecnologia. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s