Adobe Director 11 – A minha opinião

Se o leitor acompanha atentamente este blog, já deve ter reparado que eu sou um defensor do Director. Desde o meu primeiro post em 22 de fevereiro, eu venho ressaltando as qualidades do Director e propagando alguns de seus benefícios.

Agora chegou a hora de eu dizer o que eu achei do novo adobe Director 11..

Quero deixar bem claro  que a minha posição, muitas vezes entusiasmada, em relação ao Director , deve-se ao meu conhecimento do potencial do produto e também das experiencias que eu já tive com ele ao longo dos anos.

Isto não me impede de fazer uma análise imparcial sobre a nova versão do Director.

Pois bem , em primeiro lugar qual é realmente a vantagem do novo Director..  eu creio que no momento,  a única grande notícia é realmente essa : o Director vai continuar..

Infelizmente esse é o único ponto que posso dizer que realmente é importante e afeta a todos os usuários do Director e traz esperança de algo melhor no futuro..

Com relação a qualquer tipo de melhoria ou novo recurso , nada que realmente traga algum conforto , alguma satisfação, aquele entusiasmo da primeira vez ou aquela ansiedade em testar o novo comando e sair produzindo novos efeitos..

Existe uma lista com 130 correções que foram realizadas em relação a pequenos “bugs” das versões anteriores, nada de realmente grave , a maioria sem muita importância, sendo que  alguns destes ajustes foram para a plataforma Mac.

A nova física AGEIA para os cenários 3d é boa, mas no momento não traz nenhuma vantagem.. Imagine que em 2002 nós tinhamos o Havok que fazia praticamente o mesmo..

A qualidade e a velocidade do 3d continua a mesma: é boa mas não passa disso..

Directx 9 é apenas usada para enxergar os modelos 3d , nenhum recurso novo (como vertex shaders, etc) foi incorporado nesta versão..

Alguns filtros de imagem foram  incluídos: 9 ao total, são legais e podem ser úteis mas por sí só não representam nenhum avanço..

O Javascript passou a ser melhor documentado e explorado mas a maioria dos usuários do Director usa o Lingo..  Isso poderá ser bom para os novos usuários, principalmente aqueles que já tem algum conhecimento de Java.

Eu pessoalmente prefiro muito mais o Lingo, mas talvez seja porque não uso muito o JavaScript. Quero começar a usar mais , daí posso dizer se tem alguma vantagem..

Os ajustes na interface, na compatibilidade com o Windows Vista (arggh!!) e a utilização do Unicode que permite ao Director manipular qualquer sistema de escrita existente atualmente no mundo , como o russo , o chinês e o arábe, não me atraem particularmente em nada.. mas podem ser importantes para algumas pessoas.. como os russos , os chineses..

Talvez eu esteja passando uma impressão de desapontamento mas não quero que o leitor tenha essa impressão. Mesmo porque eu já sabia desde o princípio que o Director não teria nenhum grande recurso novo , seria apenas alguns ajustes e melhorias..

 O que eu estou descrevendo aqui são os fatos, como eles se apresentam.. mas longe de mim estar desapontado.. estou feliz que o Director tenha ressurgido das cinzas..

O maior problema do Director foi o tempo que se passou sem uma atualização sequer.. isso levou o produto à UTI, em estado praticamente terminal.. A boa notícia é essa: o paciente saiu do coma.. ele está de volta para casa.. agora começa tudo de novo.. praticamente do zero..

Precisamos de mais xtras, mais tutoriais, mais códigos-fontes, mais exemplos, mais grupos de discussão, mais sites ,  mais apoio da Adobe , somente desta maneira poderemos voltar ao tempo em o  Director esbanjava saúde.

A Adobe bem que poderia ter se esforçado mais e lançado uma versão melhor sintonizada com os anseios dos usuários mais antigos que esperavam mais novidades e mais melhorias em relação ao tempo que o produto ficou esquecido.

O que eu posso afirmar é que as versões 8.5 e 9.0 foram as melhores versões do Director já produzidas e que talvez por esse fato , ele tenha conseguido sobreviver por todos esses anos.

Os novos usuários , por outro lado, podem ficar  tranquilos , o novo Director não traz tantas novidades  mas é um produto robusto e  que tem uma boa relação custo-benefício.

Também pode-se esperar na próxima versão que,  aí sim,  talvez venhamos começar a ver alguns avanços significativos..

A minha conclusão ,  pode parecer contraditória,  é que o novo Adobe Director 11 é um produto muito bom ,  é poderoso e vai ser útil para muitos desenvolvedores. Tem o seu espaço garantido  no mercado, ainda mais com o peso do nome de uma empresa como a Adobe.

Anúncios
Esse post foi publicado em Director, Multimidia e marcado , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s